Alimentos nutritivos para uma alimentação de verdade Cuidar da sua saúde e bem-estar é nossa prioriedade Mais praticidade e mais sabor Cuidar da sua saúde com ingredientes selecionados

Categorias

O que é glúten e para que ele serve?

10 de março de 2021

Este artigo tem como objetivo trazer de forma direta o que é glúten e, em termos práticos, para que ele serve na nutrição e saúde das pessoas

Ele é um termo cada vez mais presente na vida das pessoas: nos rótulos, receitas, vídeos no YouTube e artigos. Mas, afinal, o que é glúten e para que ele serve. 

O Blog da Vitalin traz aqui esse tema, de forma direta e simples, com o objetivo de explicar o conceito e a aplicação prática dele nos mais diferentes tipos de alimentos e bebidas.

Já que este é um assunto de intenso interesse da população brasileira, fomos até o Google Trends, plataforma que monitora as buscas no maior site do gênero do planeta. O resultado é que, nos últimos 12 meses, a palavra “glúten” e outras pesquisas a ela relacionadas (como, por exemplo, “tolerância” e produtos com ou sem glúten), estiveram sempre em altos patamares – com tendência de crescimento. 

Mas o que faz desse tópico tão buscado e procurado nos dias de hoje?

O que é glúten

Para irmos direto ao conceito, o glúten é uma proteína que se faz presente em um certo grupo de cereais. Não se trata de um carboidrato, mas está na composição de trigo, cevada, centeio e derivados desses produtos.

Esse tipo de explanação inicial serve para dar uma prévia da dimensão da presença do glúten em nossas vidas. 

Todo alimento que possua, em sua composição, trigo, centeio, cevada – na maioria dos casos, aveia também –, tem glúten. 

E nesse universo estamos falando, por exemplo:

  • Bolos;
  • Bolachas;
  • Pães;
  • Molhos;
  • Embutidos;
  • Chocolate;
  • Cerveja; 
  • Balas;
  • Entre muitos outros produtos.

Ou seja, se você não sabia o que é glúten, agora tem uma noção de quão presente essa proteína está ao seu redor – provavelmente, você ingeriu produtos com ela hoje.

Para que serve o glúten

Como já foi dito anteriormente, a principal função do glúten é a composição estrutural desses alimentos supracitados. 

Na prática, ele serve para dar forma. Comparando com os efeitos de uma cola, por exemplo, ele serve para compor o formato e dar elasticidade. 

Esses atributos fazem dele um item importante e muito procurado pela indústria alimentícia.

O glúten faz mal?

Diante de sua presença em um número tão grande de alimentos, bebidas e derivados, fica uma pergunta no ar: o glúten faz mal?

O fato é que trata-se de uma proteína que não é digerida pelo organismo humano. Isso significa que, ao ser tratado como intruso, ele passa a ser alvo de ataques pelo nosso corpo.

Mas, acalme-se: apesar de ser uma cena descrita de forma assustadora, a maioria dos organismos consegue controlar esse fenômeno, de maneira com que essa dinâmica não afete o dia a dia e a saúde da pessoa.

Isso não acontece em alguns grupos de indivíduos, que passam a sofrer as consequências da ingestão desse produto. Estão nesse grupo portadores das seguintes condições:

  • doença celíaca;
  • sensibilidade ao glúten;
  • Ataxia do Glúten;
  • Síndrome do Intestino Irritável;
  • Alergias diversas.

Essas são pessoas que, obrigatoriamente, buscam em uma dieta livre de glúten condições de uma vida mais saudável, com foco em seu bem-estar. 

Além disso, a busca por produtos sem a proteína também tem crescido bastante entre outros grupos de pessoas, que procuram uma alimentação que favoreça uma absorção maior de nutrientes.

Há mais de 20 anos, essa tem sido a missão da Vitalin no mercado: proporcionar alimentos saudáveis. 

Conheça mais sobre nossa empresa e veja onde encontrar nossos produtos, clicando aqui


Compartilhe este post

Corpo saudável o ano todo e não só no verão

18 de janeiro de 2021

7 dicas para ter uma alimentação equilibrada que valem para vida toda.

Se você é daqueles que só se preocupa com o corpo durante o verão, trago notícias. Isso não é nada bom para o seu organismo, viu! De nada adianta se empenhar tanto nesse período e se descuidar nas demais estações do ano. 

Os cuidados pessoais com a saúde e a alimentação precisam ser a longo prazo e não apenas na temporada de calor. E para quem tem restrição alimentar, intolerância ao glúten, a atenção deve ser constante. Mas fica tranquilo, a gente garante que dá para ter uma alimentação bem nutritiva e saborosa. Sem radicalismo, sem desespero e sem fórmulas mágicas, bastando fazer boas escolhas.

E as vantagens ao adquirir novos hábitos alimentares são inúmeras: pele e cabelos radiantes, melhora a qualidade de vida, o sistema imunológico, o sono, o humor e a concentração.  Se animou? Confira as nossas dicas: 

  1. Mais cor, por favor! Quanto mais colorido for o seu prato, mais saudável ele será. Os nutricionistas recomendam 5 cores no prato. 
  1. Todo dia é dia de novidade! Seja em casa ou no restaurante, estimule o seu paladar, prove novos alimentos nem que seja um por dia. 
  1. Tá com sede? Beber água é fundamental para o bom funcionamento do nosso organismo. Tem dificuldade de ingerir a bebida? Experimente água saborizada. Encha sua garrafinha de água e coloque rodelas da sua fruta preferida e folhinhas de hortelã. 
  1. Uva, pera, maçã, salada mista. Coma de 2 a 3 porções de fruta diariamente, com casca de preferência. Para não esquecer ou bater aquela preguiça, deixe tudo lavado, picado e guardado em potes individuais na geladeira. 
  1. Precisamos falar das fibras! Presente nas frutas, vegetais, grãos e cereais, elas ajudam a manter o bom funcionamento do intestino, previne doenças, como prisão de ventre, obesidade e diabetes, aumenta a saciedade, regula os níveis de açúcar no sangue, diminui os níveis de colesterol e triglicerídeos. 

Para te estimular, listamos os alimentos que são ricos em fibras que vão turbinar o seu cardápio. 

Aveia em flocos, cereais em flocos, semente de linhaça e chia, quinoa, fibra de maracujá, cacau em pó, amêndoas, massa e pão integral. Além de pistache, laranja, maçã, abóbora e banana.
Opção é que não falta. Aproveita vai lá no nosso site, faça sua lista e compre seus produtos com toda segurança e comodidade. 

  1. Evite pular refeições! Faça de 5 a 6 refeições por dia. Entre os intervalos faça pequenos lanchinhos, coma uma fruta ou barrinha de cereal.
  2. Nada de comer com pressa! Seja na mesa do trabalho ou na frente do computador. Coma devagar, sem distração e mastigue bem, combinado?!

Com esse roteiro e uma dose de disciplina você estará com o corpo e a saúde em dia para aproveitar os 365 dias do ano e não somente o verão. Bora, colocar em prática?! 


Compartilhe este post

VEM AÍ A BLACK FRIDAY

23 de novembro de 2020

5 DICAS VALIOSAS PARA COMPRAR NA BLACK FRIDAY

A Black Friday é uma ótima oportunidade para antecipar os presentes de natal, comprar aquele item que você aguardou durante o ano todo ou até mesmo levar um produto com um superdesconto.
Pensando nisso, separamos algumas dicas para você aproveitar ao máximo esse momento. 

DICA 1 – LISTA DE DESEJOS, TEMOS!

Faça uma lista com os produtos que deseja ou necessita comprar. 

Nas compras de mercado coloque a quantidade desejada de cada item. Assim você consegue fazer uma compra inteligente e evita surpresas no final. 

Por exemplo, você pode aproveitar para trocar aquele travesseiro que já está velho, equipar a lavanderia com produtos de limpeza, levar o produto queridinho da quarentena, o aspirador robô. Renovar a necessaire com acessórios de maquiagem pela metade do preço, e até ampliar o seu autocuidado, com itens para manter a pele, cabelo e corpo em dia. 

DICA 2 – BORA SE CADASTRAR NOS SITES!

Lista ok! Lembre-se de fazer o seu cadastro para ficar por dentro das promoções, evite deixar tudo para o último dia. Sabia que tem muita loja que manda ofertas exclusivas para quem faz o cadastro? Então não fique de fora. 

DICA 3 – COMPRE SÓ EM SITES SEGUROS E CONHECIDOS!

Para identificar se um site é seguro, veja se ele tem um cadeado no navegador, além disso verifique dados de contato, telefone, endereço, e-mail ou chat.  

Vale pesquisar sobre a empresa e ver se há reclamações em sites como: Procon e Reclame Aqui. 

DICA 3 – PLANEJAMENTO É TUDO! 

Na Black Friday, você economiza, mas cuidado para não comprar itens desnecessários. 

Faça as contas de quanto quer gastar, separe o dinheiro e monte sua lista com o valor máximo que quer pagar em cada produto. 

DICA 4 – SEJA PRÁTICO!

Aproveite para antecipar suas compras de Natal, levar os produtos (não perecíveis), que vão brilhar na sua ceia, itens que rendem belas lembrancinhas como kits ou cestas com petiscos, bebidinhas, guloseimas, entre outras delícias que a família e os amigos vão adorar. Dessa forma, você aproveita melhor a data, evita filas, trânsito e congestionamento. 

DICA 5 – SUAS ESCOLHAS IMPORTAM!  

A Vitalin tem um portfólio incrível de produtos sem glúten com ingredientes saudáveis e de qualidade para a sua saúde e bem-estar. Com a nossa linha, você consegue manter um estilo de vida e uma alimentação mais natural e equilibrada em todos os momentos do seu dia. 

Estamos com 15% OFF em todo o site. Não fique de fora, aproveite!

Vem para #EsquentaVitalin


Compartilhe este post

Uma boa alimentação evita o desenvolvimento de doenças

20 de outubro de 2020

Você sabia que uma boa alimentação auxilia na prevenção do câncer?

No mês de Outubro, entre as diversas campanhas de conscientização ao câncer de mama voltadas ao tema Outubro Rosa, é importante destacar o quanto a qualidade dos alimentos ajuda a prevenir essa e outras doenças através de uma alimentação correta e balanceada.
De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), que atua no movimento desde 2010, “não há uma causa única para o câncer de mama”, mas existem alguns fatores que influenciam no desenvolvimento da doença, como:

1.Fatores ambientais e comportamentais: obesidade e sobrepeso após a menopausa, sedentarismo, consumo excessivo de bebidas alcoólicas, entre outros;
2.Fatores reprodutivos ou hormonais: primeira menstruação antes dos 12 anos, não ter filhos, gravidez após os 30 anos, uso de contraceptivos hormonais e outros;
3.Fatores genéticos e hereditários: histórico familiar e alterações genéticas, entre outros fatores.

Um outro ponto de cuidado é o aumento da gordura no corpo, que provoca alterações hormonais crescentes com a probabilidade de tumores em alguns órgãos, como: estômago, esôfago, pâncreas, mamas e ovário.

Os cuidados com uma alimentação apropriada, juntamente com a prática de exercícios físicos, proporcionam bem estar e diminuem de forma considerável o risco de desenvolver doenças.


Logo abaixo sugerimos uma lista de alimentos saudáveis para uma melhor qualidade de vida, contendo:

Frutas, vegetais, cereais integrais, grãos inteiros, sementes, nozes, legumes e outras leguminosas, que ajudam a prevenir o câncer, a fortalecer as defesas do corpo e auxiliar no funcionamento do intestino.

Sabendo da importância desses alimentos para sua saúde, a Vitalin desenvolveu uma linha de produtos gostosos e nutritivos, que passam por uma seleção rigorosa de ingredientes e grãos, para você consumir a qualquer hora do seu dia, como: Aveia, Chia, Quinoa, Linhaça e os Produtos Integrais.

Lembrando que o seu prato precisa ter o máximo de variedade possível, pois cada grupo alimentar possui uma função no organismo, para ajudar a preservar o nível ideal de vitaminas, sais minerais e glicose necessários para o corpo.

Comer bem é fundamental, tanto para quem está doente quanto para os que pretendem evitar problemas futuros. Não descuide da alimentação e das atividades físicas.

Lembre-se de fazer o autoexame e busque sempre orientação médica.

Com Vitalin, você tem mais qualidade, nutrição e leveza em seu dia a dia.

Conheça nossa linha completa na Loja Vitalin.


Compartilhe este post

Dicas de como manter uma dieta Sem Glúten

29 de setembro de 2020

Um dos tipos de intolerâncias mais comuns no Brasil, referente a alimentação, é a intolerância ao glúten.
Porém, a falta de informação e dificuldade para diagnosticar o problema diminuem a procura por especialistas.

Para aqueles que não sabem, glúten é uma proteína vegetal encontrada principalmente no trigo, onde algumas pessoas possuem alergia ou sensibilidade a essa proteína.
A identificação ocorre por meio dos seguintes sintomas: dores no estômago, diarreia crônica, excesso de gases, aftas na boca, entre outros.
Por fazer parte da maioria das receitas tradicionais de bolos, pães, massas, biscoitos e tortas, é preciso ter atenção para seguir uma dieta onde é necessário retirar o glúten.

Mas não precisa abrir mão dos seus pratos favoritos.

É possível continuar aproveitando deliciosas receitas, em suas versões ricas em nutrientes, mesmo sem consumir nada com glúten.
O principal ponto é sempre ficar de olho nos rótulos das embalagens, elas devem apresentar a informação: “não contém glúten”.
Nesse caso, é importante que você opte sempre por produtos com a garantia de credibilidade do fabricante, ficando atento às certificações.

Em casa, o ideal é ter um espaço na cozinha só para você, pois tem algumas coisas que não podem ser compartilhadas para evitar a contaminação cruzada, como: a torradeira, a batedeira,
utensílios de madeira e tábuas.


E na hora de viajar, como manter a dieta?

Quem segue uma dieta com restrição de glúten acaba encontrando certas dificuldades para comer fora de casa, seja em outra cidade ou país.
Com o intuito de ajudar, existem aplicativos para celíacos onde é possível encontrar bares, restaurantes e lojas que vendem produtos Sem Glúten de acordo com a sua localização.

A dica é que você pesquise o local com antecedência e busque alternativas, afinal, café da manhã não é só pão.
Ser celíaco não significa que a dieta tem que ser monótona, muito pelo contrário, é preciso ter uma alimentação variada com soluções criativas.
Se for viajar de avião, algumas companhias aéreas já oferecem opções sem glúten, o ideal é sempre perguntar no momento da reserva.
Informe-se sobre hábitos e ingredientes mais usados na cidade em que irá ficar e muita atenção para os riscos de contaminação cruzada.

Lembre-se: a sua saúde deve vir sempre em primeiro lugar.
Por via das dúvidas, previna-se e leve sempre um lanchinho, frutas e seus produtos prediletos nos quais você confia totalmente.

Não sou celíaco, mas quero tirar o glúten da minha alimentação.
O que fazer nesse caso?


Caso você não tenha a doença celíaca e queira retirar o glúten da alimentação, como ele é uma proteína sem valor nutricional, você não terá nenhuma perda de nutrientes ou vitaminas, podendo retirá-lo sem qualquer preocupação.
Os produtos sem glúten não são obrigatoriamente menos calóricos do que os produtos convencionais, no entanto, muitos que possuem o selo Gluten Free tem valores nutricionais melhores que os convencionais.

Lembre-se de sempre ter um acompanhamento profissional para saber qual a melhor dieta para você.

E conte sempre com a Vitalin Sem Glúten, temos um catálogo completo de produtos nutritivos, práticos e funcionais para uma vida mais saudável, equilibrada e feliz.

Conheça nossa loja: https://vitalinsemgluten.lojavirtualnuvem.com.br/


Compartilhe este post

Seja um Revendedor